quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Clube do Remo 104 anos!


Recentemente, o rival Paysandu completou 95 anos, hoje é o aniversário do Clube do Remo, 104 anos de glórias.
O Leão Azul possui a maior torcida do Norte do Brasil.
Sua primeira partida foi também sua primeira vitória, 4 a 1 contra a União Esportiva, no dia 14 de julho de 1913.

Um dos maiores feitos do time foi o tricampeonato do Campeonato do Norte, saiba mais sobre este feito:

Na conquista do Campeonato do Norte de 1968, o Remo disputou a final numa decisão de três jogos com o Piauí, sendo a primeira partida realizada em 2 de fevereiro de 1969 em Teresina, vencendo o Piauí com o placar de 5x1. O segundo jogo aconteceu em Belém, no dia 12 de fevereiro de 1969, no Baenão, com o Remo vencendo pelo placar de 4x1, voltando a vencê-lo em 14 de fevereiro de 1969, em jogo também realizado em Belém, no referido estádio, por 2x1. O time era formado por: François; China, Alemão, Casemiro e Edilson; Siroteau e Carlitinho; Birungueta, Amoroso (Valtinho), Rubilota e Adinamar. O técnico era Danilo Alvin.
O bicampeonato veio também em 1969, em uma competição onde além do Remo, incluiu também Tuna Luso e Paysandu, pelo Pará; Nacional, Fast Club e Olímpico, pelo Amazonas; Moto Clube e Ferroviário, pelo Maranhão; e Piauí e Flamengo, pelo Piauí. O título foi decidido com o Nacional do Amazonas, em partida realizada em Manaus, no dia 10 de dezembro de 1969, num empate de 2x2, resultado que garantiu ao Remo o título, em decorrência de sua exuberante campanha. A onzena campeã do Remo era formada por: François; Mesquita, Carvalhão (Edilson), Nagel e Lúcio; Ângelo e Carlitinho; Birungueta, Íris (Omar), Zequinha e Neves. O time era novamente treinado por Danilo Alvin.
O tricampeonato do Norte foi vencido em uma final, com jogos de ida e volta, sendo seu adversário o Rodoviária do Amazonas. Na primeira partida, em Manaus, no dia 25 de novembro de 1971, o Remo venceu com um placar de 1x0. Em Belém, no jogo da volta o placar foi de 4x2 no Baenão, em 28 de novembro de 1971, sagrando-se dessa forma tricampeão do norte. O time vencedor do Remo foi: Dico; Mendonça, Edair, Valdemar (Mesquita) e Edilson; Tito e Carlitinho; Ernani, Rubilota (Jeremias), Alcino e Neves.
O ano de 1971 evidenciou uma das mais preponderantes conquistas do clube, que sagrou-se campeão do Norte e Nordeste. Após a conquista do tricampeonato do Norte, o Remo acabou enfrentando posteriormente o Itabaiana de Sergipe, que era campeão do Nordeste, em partidas de ida e volta, onde o Remo sagrou-se campeão do Torneio Norte-Nordeste.

Títulos

Nacionais

Interestaduais

Estaduais

Outras Conquistas



Recordes e grandes feitos

  • Único Heptacampeão Paraense de futebol (1913, 1914, 1915, 1916, 1917, 1918 e 1919).
  • Pentacampeão Paraense de futebol Profissional(1993, 1994, 1995, 1996, 1997).
  • Bicampeão Paraense em 2004 com 100% de aproveitamento na competição (único clube que conseguiu este feito na era profissional).
  • Heptacampeonato Paraense de Basquetebol na Categoria Adulta (1959,1960,1961,1962,1963,1964 e 1965).
  • Recorde histórico de 33 partidas sem perder para o seu maior rival, o Paysandu, durante os anos de 1993 a 1997 (Exatos 4 anos, 3 meses e treze dias) totalizando uma campanha de 21 vitórias e doze empates com 49 gols a favor e 20 contra.
  • O clube do Norte que mais longe chegou na Copa do Brasil (1991 - semi-final).
  • Oitavo colocado no Campeonato Brasileiro de 1993, fazendo a melhor campanha de um clube do Norte na Primeira Divisão Nacional.
  • Único clube do Norte que disputou Torneio Internacional na Europa (1995-Torneio de Toulon - Remo vice-campeão invicto).

2 comentários:

Gremista Fanático disse...

Cara que coincidencia o Paysandu e o Remo dois grandes rivais serem fundados quase ma mesma data, só que o Remo é 9 anos mais velho que o papao, Parabens aos dois grandes clubes do Para. Abraço

Rafael Sobieski disse...

abraço gremista.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails