sábado, 28 de maio de 2011

Barcelona, a Bola Não Entra Por Acaso

Barcelona tetracampeão europeu, e sem dúvidas o melhor do mundo. Tudo isso não é por acaso, como diz o livro do dirigente Ferran Soriano. Um time como o de hoje do Barça, que na minha opinião, tem o melhor meio de campo do mundo formado por Xavi, Iniesta, Bousquets e Messi, ainda zagueiros como Piqué e Puyol, e um atacante do nível de David Villa, não se transformou nessa máquina de craques à toa.

O Barcelona começou a ser o Barcelona que conhecemos atualmente, em 1992 quando conquistou sua primeira Liga dos Campeões. Até o Ano da Graça de 92, na Espanha o Barcelona era colocado de escanteio no cenário futebolístico nacional, simplesmente um time pequeno. Os holofotes estavam focados para os dois rivais da capital: Real Madrid e Atlético de Madrid, os principais times da época.

O clube azul-grená foi buscando seu espaço e conseguiu isso nacionalmente. E após 14 anos do primeiro título intercontinental, explodiu para o mundo com um time bombástico comandado por uma jovem promessa argentina, Lionel Messi e um já consagrado craque brasileiro, Ronaldinho Gaúcho. A partir daí, tudo que se disputava, se consumava em títulos, títulos e mais títulos.

Quem derá se o Manchester United, que já foi mais forte no passado, pudesse arrancar um título do Barça... não dessa vez no ano de 2011. Nem a pouca maioridade da torcida inglesa e nem o estádio em território inglês, fatores extra campo, impediram que a taça tomasse o rumo do Camp Nou.

Se Fegurson fosse mais inteligente e menos nariz empinado, e colocasse o brasileiro Anderson para começar jogando e também outros jogadores mais jovens, poderia ter levantado o caneco.

Tirando os méritos e deméritos de ambos os times na final, o Barcelona fez e está fazendo história no futebol mundial. Diretoria, gestão, jogadores, treinador: A Bola realmente não entra por Acaso!

2 comentários:

Giovani Mattiollo disse...

O Barcelona jogou demais, mereceu o título. Este time atual sem dúvida entrará para a história do futebol mundial. Conseguir trocar tantos passes, finalizar tanto, e com um time que custa menos do que vários na Europa. Estão de parabéns desde técnico ao Roupeiro do clube, todos tiveram sua parcela nesta conquista. Parabéns ao melhor time do mundo.

Abraço

http://gremista-sangueazul.blogspot.com/

Rodrigo disse...

achei seu post razoavel pois voceis deste blog deveriam valorizar o futebol brasileiro e nao comentar sobre times estrangeiros.
voceis poderiam facilmente falar vdo jeito do santos de jogar bonito que esta numa final de libertadores. voceis vem me falar e um time que joga um campeonato de dpois timesz sem emoçao alguma e que a renda altissima fica dividida entre dois clubes oqeu proporciona uma desigualdade pois este time pode contratar qualquer jogador !!!



grato rodrigo navarro

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails